II Encontro de Estudantes Brasileiros de Análise do Comportamento

Screen Shot 2016-01-26 at 18.13.33

A ideia do I EEBA – Encontro de Estudantes Brasileiros de Análise do comportamento – era promover um encontro independente, gratuito, de amplo acesso (houve transmissão ao vivo, e a gravação pode ser conferida na íntegra pelo Youtube), dando espaço a temas variados, de interesse da comunidade estudantil. Foi uma iniciativa colaborativa, que contou com a ajuda de estudantes, profissionais e pesquisadores de diversos grupos e localidades.  Continue reading

Advertisements

“Operants” 2015(1) traz polêmica sobre política e o envolvimento da Análise do Comportamento

“Operants” é nome do boletim publicado pela B. F. Skinner Foundation [Fundação B. F. Skinner] dirigido pela filha do bom velhinho – Julie Skinner Vargas. Publicado desde 2007, o material é distribuído gratuitamente para aqueles que subscrevem-se no website da fundação. Algumas das características interessantes do Operants incluem tópicos sobre a internacionalização da Análise do Comportamento, demonstrada através de entrevistas e relatos sobre a área nas mais diversas partes do mundo e, como consequência, a tradução do material para vários idiomas. A língua portuguesa, obviamente, está no meio!

O título do primeiro volume de 2015 é “Hoje nossos correspondentes estão delineando um novo mada da influência de Skinner ao redor do mundo” e traz na capa uma lista de países onde Skinner esteve e ministrou palestras, tais como Irlanda, Escócia, Inglaterra (cerca de 40 vezes), Noruega, Suécia, França (lecionou em francês), Alemanha (lecionou em Alemão – minha nossa, Skinner falava alemão?!), Suíça (lecionou em francês), Tchecoslováquia, Rússia (três vezes e na televisão), Venezuela e México. Enfim, o volume traz entrevistas, reportagens dos correspondentes em diversas partes do mundo, mas… há algo bastante interessante também: um ensaio intitulado “Os discursos políticos da Análise do Comportamento” escrito pelo professor Carlos Eduardo Lopes (Universidade Estadual de Maringá). O ensaio está na seção “reflections” e possui tradução para a língua portuguesa.

carlos lopes_operants

Continue reading

Imagine Tecnologia Comportamental

imagine

Imagine um projeto que ajude a introduzir na vida profissional analistas do comportamento recém-formados em psicologia. Imagine que este projeto contribua para o desenvolvimento pessoal daqueles que o contratam e ao mesmo tempo desenvolva repertório comportamental nos profissionais com quem trabalha – tudo de um modo colaborativo, pessoas trabalhando em conjunto! Partindo da ideia de que a Análise do Comportamento possui muitas tecnologias eficientes voltadas para o desenvolvimento de pessoas, os psicólogos Felipe Leite e Lidi Queiroz decidiram dar um passo à frente na implementação deste projeto, a Imagine Tecnologia Comportamental!

Continue reading

“Você está muito cansado hoje. Deixe para amanhã!”

“Deixe para amanhã o que você poderia fazer hoje” é o lema da procrastinação. Muito além de algo restrito à infância, procrastinar é um comportamento emitido por quase todos, em diversas circunstâncias da vida. Ninguém está livre de procrastinar. Adiar tarefas por serem aversivas em prol de reforçadores (negativos!) imediatos pode se configurar como contingência armadilha e montar uma bomba a explodir em algum momento futuro.

Pensando nessas questões, a designer Melina Pierro escreveu dicas e pontos muito interessantes que podem ajudar na luta contra a procrastinação e ainda sobre métodos de como aprender, com base no conteúdo do curso “Learning How to Learn: Powerful mental tools to help you master tough subjects” oferecido pelo Coursera. Isso tudo em quadrinhos! Clique aqui ou na imagem abaixo para ler! Vale super à pena!

sofia_procrastin

Um super herói! Cadeirante?

Depois de me tornar adulto e estudando um pouco mais, passei a não gostar de super heróis, mas num sentido filosófico, existencial. De modo geral, super heróis são praticamente perfeitos. Por mais que tenham seus inimigos ferozes e alguma fraqueza, no final (em geral, vai…) sempre triunfam! Como prefiro a imperfeição à perfeição, o natural ao artificial, o cotidiano ao ideal, descartei os super heróis há um tempo da minha lista de Hobbies.

Entretanto, um grande amigo, cartunista fenomenal e muito inteligente me fez repensar a concepção de super herói com uma de suas criações mais geniais: um super herói cadeirante! Wellington conseguiu revirar minha cabeça com o conceito que criara.

Gazoo 2

“Gazoo” é exatamente a junção daquilo que considero importantíssimo dos heróis – a coragem, a determinação e a luta pelo que quer – ao que julgo elementar da vida humana – as dificuldades do cotidiano, a ideia de que não há perfeição, mas sim diferenças. E para ficar melhor ainda, Gazoo é super engraçado!

É uma inspiração para todo mundo. Não somente para pessoas que vivem com algum tipo de dificuldade física, Gazoo mostra que viver não é fácil. Mas ao mesmo tempo suas atitudes levantam a questão: o que fazer? Paralisar? De jeito nenhum! Suas dificuldades e a forma como Gazoo lida com elas nos incentivam a olhar a vida de um modo mais leve, criativo, e por que não engraçado?

Gazoo 1

Se recomendo Gazoo? Acho que “recomendar” é uma expressão fraca demais para algo tão sensacional! Gazoo não é só um super herói distinto dos outros, mas um incentivo para quem quer viver no mundo real! É isso: um personagem fictício mostrando como pode ser mais leve o desafio de viver em meio às intempéries que nossas trajetórias apresentam!

Curta aqui a Fan Page do Gazoo no Facebook e ajude a divulgar este trabalho tão legal!